相比运动锻炼胸肌,按摩会更加温和有效丰胸最快方法,每天给自己花上五分钟按摩胸部就可以了,但需要提醒女性朋友,按摩是要从两边向中间打圈按摩丰胸食物,最后在从下向上的进行按摩,重复几遍丰胸产品,需要注意手掌到脖子后不要再顺着原路回去,这样会导致美胸不成反而造成自己胸部下垂平胸怎么办
ODB Consultoria
(11) 4372-5907

Busca Avançada

O resutado deve conter:
exatamente a expressão que foi definida no campo acima em seu conteúdo
pelo menos uma das palavras que foram definidas no campo acima em seu conteúdo
cada uma das palavras que foram definidas no campo acima em seu conteúdo

Buscar em:
Notícias Conteúdo Vídeos Galerias de imagens Tudo

Notícias

17/02/2020

Entenda como funciona uma entrevista estruturada e saiba como aplicá-la!

Processos seletivos têm um papel crucial no sucesso de uma organização, afinal, eles são a via de acesso a talentos com potenciais diferenciados. Além disso, quando bem conduzidos, eles reduzem os custos com demissões por incompatibilidade e os índices de rotatividade, contribuindo para a satisfação e a produtividade dos colaboradores.

Nesse contexto, a entrevista estruturada é uma das melhores estratégias. Quer saber como ela funciona? Ao longo deste artigo, veremos as principais informações acerca da sua elaboração e aplicação em um processo seletivo. Continue lendo e confira!

O que é uma entrevista estruturada?

Basicamente, esse   tipo de entrevista   se baseia em perguntas previamente roteirizadas para serem aplicadas entre os candidatos. Isso possibilita, entre outros fatores, maior imparcialidade e objetividade na avaliação dos indivíduos e de suas respostas. Para entender o seu funcionamento, contudo, é necessário compreender antes a função de uma entrevista de emprego.

Seu objetivo central é a coleta de informações profissionais e pessoais que a empresa não conseguiu assimilar durante as fases precedentes do processo de seleção. Por meio dessas informações, a entrevista pode evidenciar os candidatos com as competências e habilidades ideais para se assumir as atribuições e responsabilidades do cargo ou função.

Nesse sentido, os roteiros das entrevistas são semelhantes a uma pauta: no final do processo, com a apuração das informações junto ao setor solicitante, você terá melhores condições de conduzir a entrevista.

Segui-los é uma excelente forma de elaborar informações que devem ser respondidas e levantadas tanto pelo entrevistador quanto pelo candidato. Em outras palavras, é uma forma de garantir um bom andamento das   atividades do recrutador. Esses roteiros ajudarão a criação de um momento realmente único, capaz de tornar o processo coerente e facilitar o atingimento das metas da empresa.

Quais são os seus principais benefícios para a seleção de candidatos?

Como dissemos, a entrevista estruturada é um método que assegura a padronização e o alinhamento de um processo seletivo. A partir dela, é possível garantir que todos os candidatos terão as mesmas oportunidades e serão avaliados da mesma forma.

Podemos citar ainda outros benefícios importantes, como:

  • mais precisão — ao garantir que os entrevistadores tenham maior controle, a entrevista estruturada reduz as chances de erros;
  • imparcialidade nos processos de seleção — as avaliações de candidatos se tornam mais objetivas, e o recrutador passa a saber exatamente como classificar os melhores candidatos, segundo as necessidades da empresa;
  • qualificação da análise de respostas — a padronização das entrevistas também facilita as avaliações e comparações, viabilizando uma melhor classificação das informações coletadas;
  • redução de erros — o método estruturado permite um controle maior ao entrevistador, a fim de evitar erros mais comuns;
  • padronização de testes e entrevistas — por ser padronizada, a entrevista estruturada viabiliza a quantificação e classificação das informações levantadas;
  • relatórios precisos — também por conta da padronização, é muito mais preciso o processo de identificar as características dos interessados na vaga.

Como aplicar uma entrevista estruturada?

O momento da entrevista representa uma oportunidade para o candidato relatar as suas experiências, falar da sua personalidade e as formas pelas quais ele pode colaborar para o desenvolvimento da empresa em que deseja atuar. Por outro lado, é também uma forma de a instituição encontrar os profissionais ideais para ela.

Nesse sentido, algumas medidas devem ser tomadas na aplicação dessa entrevista para garantir a sua efetividade. Vejamos, a seguir, as principais delas.

Tenha um bom planejamento

Caso o recrutador não tenha o domínio necessário, as entrevistas dificilmente serão bem conduzidas, comprometendo os resultados e impedindo que um profissional verdadeiramente qualificado seja encontrado.

É imprescindível, portanto, se assegurar de que os responsáveis pelo processo façam um   mapeamento de competências  e conheçam, de antemão, as experiências e habilidades requeridas para a vaga em questão. Assim, fica mais fácil traçar os perfis desejados e garantir e   acelerar o processo de contratação   mais adequado.

Fique atento às informações a serem coletadas

A partir das especificações desejadas pela organização, o recrutador poderá questionar o candidato e identificar o seu enquadramento às exigências do cargo e à   cultura organizacional.

Com o auxílio do currículo, essas informações declaradas devem ser conferidas de perto — é adequado, inclusive, dialogar com o candidato sobre isso, a fim de que ele próprio esclareça alguns pontos.

Também é altamente recomendável colher detalhes relativos à responsabilidade de projetos e cargos anteriores, cursos formativos e a própria experiência na área de atuação. Lembre-se, no entanto, de evitar aqui questões de natureza íntima, como as relacionadas à orientação sexual ou preferências partidárias e ideológicas, pois isso pode abrir precedentes indesejáveis.

Ofereça espaço para o candidato

Como dissemos, a entrevista é o momento propício para que os candidatos falem de si mesmos e questões pertinentes que ainda não foram levantadas no processo. O mais indicado é deixá-los à vontade — porém, se alguma dúvida surgir, convém indagá-los sobre ela de modo sútil.

Uma entrevista estruturada deve incentivar os candidatos a descrever suas atitudes pregressas e as circunstâncias que os levaram a adotar esse comportamento, visando torná-lo passível de mensuração e observação. Imagine, por exemplo, uma entrevista em que o candidato afirma ser eficiente, ao que o entrevistador o questiona: “o que você entende por ‘eficiente’?”

Embora genérico, esse é um bom exemplo da necessidade de que o candidato elabore bons argumentos a respeito de suas qualidades, com exemplos de habilidades interpessoais ou mesmo experiências vividas.

Saiba dar um bom feedback

Verifique as diferentes formas de conseguir que os candidatos à   contratação    passem por experiências enriquecedoras e processos valiosos para a sua organização. É fundamental conscientizar os profissionais do setor de RH de que cada candidato deve ser encarado como um potencial cliente, uma vez que eles influenciam a reputação da sua marca.

Trata-se de indivíduos que dedicaram seu tempo nas distintas fases do processo de seleção, e buscam bons retornos sobre esses investimentos que realizaram. Aliás, muitos consideram que o fornecimento de feedbacks realistas e práticos, além de demonstrar consideração e respeito, é uma responsabilidade ética da sua organização.

Analise o cargo

Cada atividade demanda um conjunto diferenciado de habilidades e competências. Logo, é essencial realizar uma análise profunda da vaga a ser preenchida, para que a entrevista seja pensada e estruturada conforme o cargo.

É preciso ter clareza sobre quais são as competências técnicas necessárias, como cursos e conhecimentos, bem como as competências comportamentais, como empatia e habilidades de comunicação.

Determine os critérios de avaliação

Também é muito importante que, antes da estruturação da entrevista, sejam definidos os objetivos que ela deve atingir para ser bem-sucedida. Apenas dessa forma será possível delinear os critérios de avaliação, considerando a análise do cargo.

Esse, na verdade, será o pilar para a pontuação que o candidato atingirá em cada pergunta realizada, determinando o seu desempenho. É possível classificar as respostas em escalas — como “ruins”, “insatisfatórias”, “médias”, “boas” e “excelentes”, por exemplo — ou da maneira que for mais adequada para você.

Elabore os tópicos

Ao estruturar a entrevista em blocos, todo o processo se torna mais coeso internamente, viabilizando inclusive a sua aplicação, pois o entrevistador conseguirá ter mais clareza sobre o objetivo da análise em cada situação. Você pode montar esses tópicos da seguinte forma:

  • iniciar a entrevista e determinar rapport;
  • analisar a compatibilidade entre a cultura organizacional e o candidato;
  • verificar se o candidato apresenta as exigências da função;
  • informar-se sobre as experiências profissionais anteriores;
  • terminar e deixar bem claro quais são os próximos passos.

Formule as perguntas

As perguntas são as principais   ferramentas de recrutamento e seleção    da entrevista estruturada, e é por meio delas que os dados serão extraídos dos candidatos no   processo de recrutamento  e   seleção. Logo, é essencial que sejam desenvolvidas com eficiência. Elas devem ser formuladas considerando todos os passos anteriores.

Também vale ressaltar aqui a importância de realizá-las de maneira aberta, para que não induzam a uma resposta ou outra. Por exemplo, use “Como você acha que…” no lugar de “Você não acha que…”. Assim você estimula o raciocínio livre, e as respostas serão muito mais verdadeiras a respeito do que o candidato pensa.

Treine os entrevistadores

O sucesso da entrevista dependerá diretamente da habilidade do entrevistador em conduzi-la. Logo, é muito importante que esse profissional seja muito bem capacitado para tal.

Um treinamento satisfatório nesse sentido deve fazer com que o entrevistador fique mais confiante ao aplicar a entrevista estruturada, capaz de analisar de forma eficiente as respostas dos candidatos e ciente de que não deve inserir julgamentos pessoais nesse processo.

Por fim, cumpre ressaltar: sempre que você   divulgar amplamente as oportunidades  de trabalho disponíveis, diversos interessados surgirão. É muito importante, então, garantir uma escolha eficiente daqueles que seguirão no processo seletivo, realizando análises prévias do perfil e do currículo desses candidatos.

Nesse sentido, um   software de RH e LGD    tem muito a oferecer. Com ele, a performance dos candidatos na entrevista estruturada facilitará a realização de escolhas fundamentadas e a identificação daqueles que podem, realmente, fazer a diferença para os resultados da sua empresa. E lembre-se: essa entrevista pode ser executada em várias organizações, sejam de grande, seja de médio ou pequeno porte.

Gostou da leitura? Então, não perca esta oportunidade de continuar se aprimorando: confira também   por que a sua empresa precisa de um software de recrutamento e seleção!

 

Fonte: https://blog.selecty.com.br/comportamento/entenda-como-funciona-uma-entrevista-estruturada-e-saiba-como-aplica-la/

Notícias Relacionadas