(11) 4372-5907

Busca Avançada

O resutado deve conter:
exatamente a expressão que foi definida no campo acima em seu conteúdo
pelo menos uma das palavras que foram definidas no campo acima em seu conteúdo
cada uma das palavras que foram definidas no campo acima em seu conteúdo

Buscar em:
Notícias Conteúdo Vídeos Galerias de imagens Tudo

Notícias

27/06/2017

Pesquisa diz que consumidor prefere bom atendimento à preço baixo

Uma pesquisa realizada pela Revista Pequenas Empresas, Grandes Negócios apontou que 61 % dos consumidores afirmam que ser bem atendido é mais importante do que o preço ou a qualidade dos produtos. E o consumidor paulista, segundo a pesquisa, é o mais exigente. Em Avaré (SP) e Itapetininga (SP), empresas fazem treinamento para aprimorar o atendimento de seus funcionários.
O estudo que ouviu 1.350 pessoas de todas as classes sociais, em cinco capitais do Brasil, revelou ainda que depois de avaliar o atendimento, 26% dos consumidores se preocupam com a qualidade e 24% disseram comprar de acordo com a imagem da empresa no mercado. Apenas 12% dos entrevistados acham o preço mais importante na hora da compra.
E se a maioria dos consumidores valoriza o bom atendimento, o analista de negócios do Sebrae, Paulo Alves de Moraes Neto, diz que qualificação profissional é o melhor caminho para ter sucesso nos negócios. “Todo cliente bem atendimento ele não só vai comprar o produto ou serviço, como também vai estar divulgando para os amigos, familiares, enfim para todos que venham precisar comprar um produto ou serviço desse local”, explica.

Em uma concessionária de veículos em Avaré, por exemplo, as técnicas de bom atendimento são aplicadas no dia a dia. Para isso os funcionários passam por treinamento trimestral. Segundo a gerente de vendas, Ana Paula Cardoso da Silva, a prática é um diferencial para diminuir a concorrência e valorizar o cliente. “A concorrência sendo grande, e o bom atendimento sendo um diferencial. Quem não gosta de ser bem tratado?”, questiona.
Na mesma empresa, a gerente Marcia Marinho, é responsável pela equipe de pós-venda. A intenção da gerência é trabalhar para fidelizar o cliente. “O cliente que vem a concessionária e é bem atendimento, ele volta. Ele fica fiel a nossa concessionária, a nossa oficina. Qualquer problema que ele tiver ele vai nos procurar, assim como um amigo”, afirma.
Em uma farmácia de Itapetininga um sistema sobre gestão de qualidade foi implantado em 2007. Atender bem faz parte das regras da empresa, e foi um dos motivos de um prêmio oferecido pelo Sebrae como melhor comércio entre as micro e pequena empresas do Estado de São Paulo. A dona da farmácia, Izildinha Campos, afirma que a satisfação do cliente conta muitos pontos. “Tudo isso faz a diferença. Aumenta também a confiança e a credibilidade do cliente na farmácia”, revela.
O escrivão de cartório Nilton Oliveira Santos, diz que prefere comprar em locais que tratem ele bem, e que se recebe um tratamento ruim não volta. “A gente prefere voltar onde atende a gente bem. Se atender mal a gente não retorna, vai uma vez e não volta mais”, completa.


fonte: http://g1.globo.com

Notícias Relacionadas