(11) 4372-5907

Busca Avançada

O resutado deve conter:
exatamente a expressão que foi definida no campo acima em seu conteúdo
pelo menos uma das palavras que foram definidas no campo acima em seu conteúdo
cada uma das palavras que foram definidas no campo acima em seu conteúdo

Buscar em:
Notícias Conteúdo Vídeos Galerias de imagens Tudo

Notícias

14/09/2017 - Atualizado em 14/09/2017 às 09:15:43

Você pode estimular sua equipe mesmo sem ter recursos financeiros

 

Em tempos de crise, muitos gestores quebram a cabeça para engajar seus liderados. Mas motivar sem investir dinheiro é mais fácil do que se imagina. Veja como fazer

Grande parte das empresas está acostumada a promover a felicidade dos funcionários por meio de recompensas financeiras. Mas será mesmo que essa é a única forma de fazer com que um colaborador se sinta motivado e engajado?

Segundo Sofia Esteves, do Grupo Cia de Talentos, a resposta para essa pergunta é não, por mais estranho que isso possa parecer. “Claro que dinheiro é importante e as pessoas valorizam e precisam disso, porém, existem várias outras formas de motivar as equipes”, diz. 

Muito mais que dinheiro, as pessoas querem sentir que há um propósito naquilo que fazem, que o tempo que dedicam ao trabalho trará satisfação pessoal. “Ou seja, elas querem ter certeza de que tudo o que fazem tem algum sentido”, explica. Veja a seguir as dicas da consultora: 

•    O primeiro ponto importante para motivar e engajar as pessoas é trabalhar a liderança e a equipe, como um todo, para aumentar o nível de confiança na empresa e entre as pessoas. Para que isso seja possível, é fundamental entender que confiança não se ganha na declaração, mas em um processo de construção que envolve comportamentos consistentes. Ou seja, basicamente, é preciso ter coerência entre fala e prática: falar o que se faz e fazer o que se fala.

•    A segunda coisa que uma empresa pode fazer para que as pessoas se sintam mais felizes tem a ver com empoderamento, ou seja, elas querem poder vir inteiras para o trabalho, poder ser quem elas são e ter mais autonomia no seu dia a dia, para decidir quando, onde e com o que trabalhar.

•    Por último, mas não menos importante, está o valor do aprendizado e existem muitas formas de se trabalhar essa questão na empresa. Uma delas é por meio de treinamentos, que podem ser no estilo mais formal, ou não. Imagine como pode ser gratificante para o time interno se a organização opta por usar aquilo que as equipes já conhecem, já sabem e podem ensinar para mais gente. Além de ser eficiente é recompensador para as pessoas envolvidas.

Ainda segundo Sofia Esteves, do Grupo Cia de Talentos, é importante os líderes olharem mais para o seu time e perceber o que está faltando para que o engajamento se instaure e a motivação aconteça. “Quando você fizer isso, será muito mais fácil entender quais ações são necessárias para fazer as pessoas mais felizes”, conclui.

Fonte:  Supermecado  Moderno  

Notícias Relacionadas